sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Casal gay viola rapaz de 13 anos


A Polícia Judiciária deteve dois homens suspeitos de violação de um rapaz de 13 anos e de terem filmado outros rapazes em poses pornográficas, no Bairro de Fermentões, em Guimarães.

Os detidos, de 22 e 42 anos, terão violado o rapaz, no início deste ano, quando a mãe o deixou aos cuidados do casal de homossexuais, porque os homens conquistaram a confiança da comunidade de Fermentões, por serem muito simpáticos e prestáveis – segundo contam agora os vizinhos.

Para além do caso da violação, a PJ de Braga investiga mais suspeitas, uma vez que foram apreendidos CD de conteúdo pornográfico, surgindo imagens de outros rapazes da zona a manterem relações sexuais. Tudo se precipitou quando se descobriram as imagens de vários rapazes, levando os responsáveis da associação local a fazerem uma espera a um dos dois homens que ainda não tinha fugido, entregando-o na PSP de Guimarães.
Dois dias depois, a PJ de Braga foi a Lisboa apanhar o segundo suspeito e ficaram entretanto proibidos de contactar rapazes, apresentando-se semanalmente na esquadra da PSP.

O casal residia há já três anos no bairro social vimaranense, apoiando a associação recreativa e desportiva local, com trabalhos de informática e fotografias das provas de atletismo em que participavam os jovens deste clube. Com o casal de homossexuais, residia um rapaz de oito anos, filho do homem mais velho, de 42 anos.

PJ PROCURA MAIS VÍTIMAS DE VIOLAÇÃO

A vizinhança nunca desconfiou de nada suspeito até que um CD com imagens pornográficas dos rapazes mais chegados ao casal começou a circular entre alguns moradores do bairro social, em Fermentões.

A partir daí, tudo se fez para apanhar os dois homens em flagrante delito e recolher as filmagens pornográficas, para se preservar imagens dos menores e ao mesmo tempo recolher dos suspeitos o máximo de provas, a fim de os incriminar.

No domingo de manhã, um dos dois suspeitos foi visto a entrar em casa, tendo a comunidade cercado a casa para impedir a sua saída e a eventual destruição das provas.

A Polícia Judiciária de Braga recolheu em casa dos suspeitos imagens de rapazes em poses pornográficas e as investigações prosseguem para apurar toda a extensão das actividades criminosas do casal.

Parte das potenciais vítimas dos homossexuais serão rapazes da zona que iam habitualmente até casa dos suspeitos, por estes terem em casa equipamento informático topo de gama.

http://www.correiomanha.pt/noticia.a...Canal=10&p=200

3 comentários:

Joao Baptista disse...

São gays como esses que dão má imagem de todos os gays

Anónimo disse...

Não concordamos porque se for uma questão de imagem então já não havia padres e muitos heteros já não saiam de casa!!!
Os Pais que protejam os filhos!
Ana Maria
Paulo Migalhas

Anónimo disse...

Acho que isto são coisas indecentes que não se devem fazer..

Eu sou contra os gays mas não concordo com estas coisas.


Bjinhos..